A competência atrai aliados, a incompetência aproveitadores

04/04/2012 11:42

 

Colunista: Ivan Postigo  |  Publicado em: 02/04/2012 |

A vida nunca foi fácil, mas pode ser boa!

Notícias ruins:

Alguns estudos afirmam que eventos de extinção em massa ocorrem no nosso planeta a cada 27 milhões de anos.

Menos de cinco por cento das pessoas que ganharam boladas na loteria ainda tem uma boa soma.

A história mostra que o homem em sua xistência experimentou apenas 300 anos de Paz absoluta.

Notícias boas:

Não temos qualquer previsão de eventos de extinção em massa para este ano.

Ainda há pessoas que conseguem guardar o dinheiro que ganharam em loteria.

Apenas 300 anos de paz absoluta não é muito, mas pessoas puderem e podem ter uma vida sem enfrentar brutalidades.

Veja que algumas situações não dependem de nossas escolhas, mas a maioria sim. Estas determinarão a qualidade das nossas vidas.

Escolha tem a ver com decisão. Decisão com competência. Competência com experiência. Experiência com conhecimento. Conhecimento com decisão.

Ops, parece que voltamos ao princípio!

Lembra da frase: Nós somos produtos das nossas escolhas?

Competentes ou incompetentes para tratar de uma questão têm que ser caracterizada como a situação em que nos encontramos, naquele momento.

Podemos mudá-la, obtendo conhecimento ou contratando-o. Mesmo em situações em que, como colaborador, seria nossa função tratar de um assunto, muitas vezes é possível negociar a troca de expertise. Boas parcerias permitem a colaboração e a maximização da aplicação dos talentos.

A construção da competência se faz com intercâmbio de experiências e abertura mental para o aprendizado. A competência é um estado, por isso passageiro. Dessa forma, temos que nos manter alertas e bem relacionados para torná-la perene.

Esse exercício atrai aliados, todos alinhados com essa conduta.

Na contramão está a incompetência. As pressões por solução na vida empurram as pessoas no sentido do aprimoramento, contudo nem sempre esse é o modelo mental.  A nossa personalidade se forma com as experiências de vida, que contribuem para formar os modelos mentais, não deveríamos, então, todos, agir da mesma forma?

Uma grande lição nos diz que importante não é apenas o que sabemos, mas o que fazemos com o que sabemos. Note que há um modelo mental nesse exercício apontando caminhos.

O alicerce desse edifício é o caráter, e aqui reside um dos grandes mistérios do homem.

Lembremos que caráter é o conjunto de aspectos congênitos que as pessoas possuem desde o nascimento. 

Basta ver que duas pessoas que passaram pelas mesmas experiências, não reagem da mesma maneira. Uma pode se tornar maldosa e negativa, e a outra extremamente generosa e dedicada a impedir que aqueles fatos não mais se repitam.

Esse esforço, dedicação, comprometimento, capacidade de superação, poder de arregimentação, generosidade para estabelecer alianças, geram o campo de força da competência, que impede recuos e desvios.

O trabalho da incompetência não é de construção, mas de obtenção do maior proveito, pelo tempo que for possível.

Nas terras da incompetência, as minas que saciam a sede evaporam pelo calor dos interesses e secam rapidamente pela gulodice.

Cercadas e agitadas por aproveitadores, essas minas não são capazes de oferecer águas frescas por muito tempo.

Tópico: A competência atrai aliados, a incompetência aproveitadores

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário